sábado, 12 de março de 2011

Tragédia no Japão!

Prováveis conclusões protestantes:
O deus calvinista provocou tudo!
O deus arminiano sabia, mas ñ podia fazer nada p/ impedir!
O deus relacional não sabia!

Eu pergunto: Qual é pior?

4 comentários:

Música, Ciência e Teologia disse...

Jefferson, tenho minhas dúvidas se um calvinista diria que Deus provocou o terremoto e o tsunami.

Entre provocar o terremoto e o tsunami e saber que o fenômeno iria acontecer, vai uma diferença muito grande.

Até mais, Marcos.

Jefferson Ramalho disse...

Olá, Marcos! Como vai amigo?

Pois é, mano! O problema é que estes - os calvinistas - falam que existem duas vontades divinas: a moral e a soberana. Esta segunda é aquela que cai no tal decreto absoluto do Altíssimo. Ele, na Eternidade, já determinou todas as coisas. Portanto, até os tsunamis e terremotos, além de tantas outras degraças ocorridas ao longo da História. Leia a Sistemática do Berkof, as Institutas do Calvino ou mesmo a Confissão de Westminster e vc verá que e fato há uma diferença enorme entre saber que aconteceria e determinar o acontecimento. No caso, para os reformados, ele não só sabe como determina. Foi-se o tempo que eu conseguia acreditar nisso! Hoje prefiro dizer: Não sei! Só sei que a Bíblia não é suficiente para fazer saber dessas coisas.
Abração,
Jeff

Erik disse...

Fala Jeff,

Na minha opnião, todos são um bando de Bebês gigantes brincando com seus legos...

Fico com o "Deus desconhecido"!

É melhor assumir a ignorância de não saber, assumir a fé "idiota" de crer... Do que criar um deus conforme minha filosofia.

Abraços

@ErikLVicente

Anônimo disse...

É notório como nosso amigo Jefferson, disse em uma outra postagem que não tem nenhuma admiração por Ricardo Goldim, é tão influenciado por suas convicções (inconvictas)rs... mesmo que eu concidere ele ( Goldim) um grande pensador, mas ta todinho enrolado, não sei nem quem é mais ele...e pelo visto ja ta fazendo discípulos ( goldinistas) Independente do que falou: Calvino, Arminio, Agostinho,Aquino, Kant, Hegel, Bultmann, Deus é Soberano e seus pensamentos sào insondáveis, independente da teologia A ou B ou C. Um abraço Jefferson, que a bíblia continue sendo seu principal livro.